Por IRepórter

Desde o início da pandemia a empresa Tabocas vem sendo alvo de várias denúncias por falta  das medidas de prevenção de combate ao Coronavírus, inclusive, já foi alvo de ações da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar.  As denúncias eram sempre as mesmas: aglomeração no refeitório, no transporte, pessoas com sintomas gripais, etc.

Em Itapetinga, os veículos da empresa não  são parados nas barreiras sanitárias, porque a empresa ficou na responsabilidade de realizar a  medição da temperatura corporal dos funcionários. Isso teria que ocorrer diariamente no canteiro de obras. A Tabocas também ficou na responsabilidade de informar o município, caso aparecesse algum funcionário com suspeita do vírus.

Boa parte dos trabalhadores da empresa que estão em Itapetinga e Macarani são de Minas Gerais, mais precisamente de Bandeira de Minas. Diversos casos de Covid-19 foram registrados no município mineiro, inclusive, com trabalhadores da citada empresa.  

Recentemente, informações divulgadas nas redes sociais davam conta de que havia  funcionários da empresa, em Itapetinga, infectados com o vírus.

O site IRepórter pediu  (via e-mail) que a empresa Tabocas, com sede em Belo Horizonte,  comentasse o assunto, o que ainda não aconteceu.  O pedido foi realizado na semana passada.

Diante das denúncias envolvendo a empresa em Bandeira de Minas e Itapetinga, o prefeito do município de Macarani, Miller Ferraz, exigiu da Tabocas que fosse realizado testes para Covid-19 nos funcionários da empresa.   O vírus foi detectado em 62 trabalhadores.

Eles estão insolados em dois alojamentos  da empresa e só poderão  retornar para Minas Gerais com ordem judicial.  

Nesta quinta-feira (25), mais 7 casos foram confirmados em Macarani. São moradores do município que passaram por teste rápido.  A Secretaria Municipal de Saúde já registrou 79 casos de Coronavírus.

Depois da testagem rápida na empresa em Macarani, o prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge, resolveu notificar a Tabocas, localizada nas proximidades do aeroporto da cidade. O ofício exige a suspensão das atividades até que a empresa apresente novos exames de todos os seus colaboradores.

Não há informações de quando os exames serão apresentados.

O município de Itapetinga tem 174 casos confirmados , sendo 129 ainda com vírus;  41 suspeitos, 277 monitorados, 38 curados e 7 mortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui