IRepórter

Dois jovens são mortos a tiros e um é baleado em Iguaí

Dois adolescentes foram mortos a tiros e um baleado no Bairro Marinho Freitas, em Iguaí, no Sudoeste da Bahia, no início da madrugada desta quarta-feira (27).

Segundo a polícia, o crime aconteceu na Rua Santa Catarina, quando indivíduos armados invadiram a residência e atiraram diversas vezes na direção dos jovens. Wallas Matos da Silva,  de 17 anos, e Rian Almeida de Sousa, 16, morreram antes de receber atendimento médico.  

Ao IRepórter, moradores disseram que um 3º adolescente que estava na casa no momento dos disparos também foi baleado. Ele foi socorrido e levado ao hospital local.  

Houve uma grande movimentação policial depois do ocorrido, mas, ninguém foi preso. 

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local e removeu os corpos para o Instituto Médico Legal (IML) em Itapetinga.  Os agentes removeram ainda maconha e cápsulas de armas de fogo, material encontrado dentro da casa onde ocorreu o crime.  

As investigações estão a cargo da Polícia Civil de Iguaí. 

Iguaí: Homem é preso acusado de espancar mulher com cabo de vassoura

Jurandir Santos de Araújo foi preso em flagrante pela Polícia Militar no começo da noite desta sexta-feira (15) na cidade de Iguaí. Ele é acusado de agredir a própria esposa com um cabo de vassoura, além de ameaçá-la de morte. A vítima apresenta ferimentos nos braços, nas costas e rosto.

A prisão de Jurandir aconteceu na rua Antônio Carlos Magalhães, no Bairro Netanias Alves Veigas, depois que a mulher dele procurou a Polícia Militar local e pediu ajuda. A prisão aconteceu nas proximidades da residência do casal.

A vítima passou por exame de corpo delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Ela informou que já foi agredida outras vezes pelo marido, mas que nunca teve coragem de acionar a polícia para o agressor.

Segundo a polícia, a briga ocorreu porque a mulher se recusou baixar o volume de uma caixa de som. O acusado também utilizou uma par de coletar lixo para agredir a companheira.

Na delegacia, Jurandir foi autuado em flagrante com base na lei Maria da Penha. Ele ficou preso, mas será liberado após o pagamento da fiança.

A vítima poderá pedir a justiça uma medida protetiva de urgência para que o denunciado não se aproxime dela, nem tenha contato com a mesma pelos meios de comunicação.

Polícia de Iguaí procura acusados de arrombar escola e furtar merenda

A Polícia Civil busca por informações que possam ajudar na localização de 4 jovens, acusados de arrombar e furtar a escola Municipal Netanias Alves Veiga, no município de Iguaí, no Sudoeste Baiano.

Os criminosos fizeram um buraco na parede da escola e arrombaram uma porta, por onde tiveram acesso ao interior da unidade de ensino.

Segundo a polícia, eles furtaram 3 notebooks, 1 balança; 2 caixas de som; 2 ventiladores, diversos talheres; além de uma grande quantidade de alimentos e materiais de limpeza, utilizados pelos alunos.

Investigadores da delegacia local conseguiram apreender o material furtado e identificar os suspeitos do crime.

A própria polícia divulgou a identidade dos acusados: Fernando Santos da Silva, “Fernando Macaco”, 19 anos, e Diego Barbosa, “Inho”, mesma idade. Os outros dois são menores de idade, ambos têm 16 anos. Eles ainda não foram localizados pelos policiais, mas serão indiciados por furto qualificado, segundo a polícia.

Iguaí: Mulher mata marido com facada e alega legítima defesa

Uma jovem de 20 anos, identificada como Angélica Oliveira Santos de Abreu, está presa na delegacia de Iguaí, no Sudoeste da Bahia, acusada de assassinar o próprio marido.

O homicídio aconteceu na manhã desta quinta-feira (6), na residência do casal, localizada na Rua Deraldo Couto, no Bairro Arnúlfo Órfão.

Segundo a polícia, Zezito Santana Filho, de 24 anos, foi assassinado com uma facada no peito durante uma briga com a própria esposa. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Manoel Martins de Souza, mas não resistiu.

A mulher foi presa horas depois enquanto estava escondida em outra residência. Na delegacia, ela confessou que realmente utilizou um punhal para agredir o companheiro, mas informou que agiu em legítima defesa, já que estava sendo atacada por ele.

O punhal usado no crime foi apreendido e encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itapetinga, juntamente com o corpo da vítima.

O IRepórter apurou que a mulher não apresentava sinais de agressão física. No entanto, quem vai decidir se houve ou não legítima defesa no caso em questão é o juiz criminal na fase judicial.

Angélica foi autuada pela Polícia Civil por homicídio.