Debate entre candidatos a prefeito em Itapetinga: longe da imprensa e sem intérprete de libras

0

Por IREPÓRTER.BLOG

Foi realizado na  cidade de Itapetinga, mais precisamente no salão de eventos da Maçonaria Amor e União, no centro da cidade, um debate entre os candidatos a prefeito da Capital da Pecuária. O evento, que aconteceu na noite de terça-feira (27), começou por volta das 19h30 e se estendeu até às 23h40.

Os cinco candidatos participaram do debate, responderam os questionamentos formulados por algumas entidades e outras proferidas nos embates com os demais participantes.

Um evento digno de aplausos e, ao mesmo tempo, digno de críticas construtivas. Por exemplo, a ausência da imprensa e  intérpretes de libras, profissionais extremamente importantes para um evento de tamanha importância.

Os ouvintes das emissoras de rádio local tiveram que acompanhar uma transmissão de péssima qualidade, inclusive, distorcendo a voz dos candidatos, tendo em vista que o sinal foi gerado via internet. Houve uma melhora na comunicação por volta das 20 horas.

Um profissional de comunicação tentou acessar às dependências do local do debate, porém, sem sucesso.

O advogado Fabrício Almeida, presidente da OAB (subseção/Itapetinga), um dos organizadores do evento, comentou o assunto.

Ele disse que os intérpretes de libras acabaram desistindo de participar e que não houve tempo hábil para contratar novos profissionais.

A respeito da imprensa, ele afirmou que existe muitos blogs na cidade, além das emissoras de rádio, e não seria possível atender a todos. O Ilustre advogado declarou  ainda que a decisão foi por causa da pandemia de Covid-19.

Ademais, falando em nome da mesa organizadora, o presidente ressaltou que não houve  objetivo de censurar o trabalho da imprensa, mas em obedecer as normas impostas pelos órgãos de saúde.

Confira os detalhes no áudio abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui