IRepórter

Flagrante| Médico é preso dentro de hospital

Médico deixando  hospital após receber voz de prisão

Na tarde desta terça-feira (12), a Polícia Civil realizou a prisão de um médico de 34 anos, no hospital maternidade de Potiraguá, no interior da Bahia. Os policiais investigavam a denúncia de que o profissional estava exercendo a profissão ilegalmente.

A polícia informou que a denúncia foi confirmada, pois o médico não possui a carteira do Conselho Regional de Medicina. Ele usava os dados pessoais e profissionais de outro médico para driblar a fiscalização.

Ainda segundo a polícia, carimbos com CRM do outro médico foram apreendidos, além de fichas de atendimento ambulatorial e emergencial de pacientes. Os documentos já estavam preenchidos.

Preso em flagrante, o médico foi levado para a delegacia do município. Ele deve responder por falsidade ideológica e exercício ilegal da medicina e falsa identidade.

O acusado é formado em medicina na Bolívia, só que não tem autorização para exercer a profissão no Brasil, justamente pela ausência do CRM.

A polícia segue trabalhando no caso para saber se existem outras pessoas envolvidas na situação.


Curta e Compartilhe.


Leia Também

Open chat