IRepórter

Itapetinga| Homem preso em flagrante fazia boca de urna para deputados

Foto: ilustrativa

O período de votação do 1º turno das eleições 2022 foi considerado tranquilo pelos órgãos de Segurança Pública no Médio Sudoeste da Bahia. Apenas uma prisão foi realizada no dia da votação.

As informações apuradas pelo site iRepórter dão conta que um homem foi preso numa escola na cidade de Itapetinga, sob acusação de realizar boca de urna. O homem estava distribuindo “santinhos” no local de votação, quando a coordenadora, juntamente com a fiscal da zona eleitoral, chamou atenção do acusado. Ele não gostou e disse que ia continuar distribuindo os ‘santinhos’, o que gerou tumulto no local.

Ao iRepórter, testemunhas, que preferiram o anonimato, disseram que o morador estava trabalhando para pelo menos três deputados, sendo um federal e dois estaduais. Uma pastora está entre eles.

Você sabia?

O parágrafo 5º do artigo 39 da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) define que “arregimentar eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da votação é crime” e estabelece como punição a detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de 5 mil a 15 mil reais.

O morador foi liberado da delegacia de polícia depois de assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e se comprometer a responder pelo crime na Justiça.

O jornal não conseguiu apurar mais informações do caso até a publicação desta notícia.

Veja Também

É só clicar para ler as notícias abaixo: 

Pai e filho de 17 anos são mortos

Acidente com vítima é registrado na Serra do Marçal

luto em Itapetinga| Martenia Almeida, aos 36 anos

Identificado motoqueiro que sofreu acidente em Itapetinga

+Novas informações do acidente com morte na estrada de Itororó

Itapetinga| Cinco pessoas são presas após evento político

Acidente na Serra do Marçal

 


Curta e Compartilhe.


Leia Também