IRepórter

Itapetinga vive nova explosão de casos e mortes por Covid-19, porém, festas devem acontecer normalmente na cidade

Foto: ilustrativa

A pandemia de Covid-19 está perto do fim? Em Itapetinga, Sudoeste da Bahia, aponta que não. O município de quase 80 mil habitantes vive nova explosão de casos e mortes do Coronavírus. Em 48 horas, Itapetinga registrou três óbitos em decorrência do vírus, elevando para 151 mortes. Já existem 167 casos monitorados e 81 ativos. Oficialmente, 5.548 moradores venceram a doença. As informações são da prefeitura local.

Um dos motivos para o aumento dos casos é que a vacinação ainda enfrenta resistência. Apenas 50.820 pessoas receberam a 1ª dose e 42.914 receberam a 2ª dose do imunizante. Ainda segundo informações da secretária de saúde, 2.793 moradores receberam a 3ª dose e 846 receberam dose única. Existem pessoas que não tomaram a vacina por ideologia política, efeitos colaterais, dificuldade de acesso aos órgãos de saúde e por acreditar que a 1ª  é suficiente para imunização completa.

Nesta quarta-feira, 24 de novembro, os municípios de Maiquinique e Itarantim, informaram que moradores foram diagnosticados com a variante Delta. Ela é considerada uma variante de preocupação por ser mais transmissível do que as anteriores (Alfa, Beta e Gama), o que a faz mais contagiosa do que a cepa original. Os pacientes estão se recuperando em casa.

Como se não bastasse o afrouxamento das medidas de combate ao vírus e explosão de novos casos e mortes, o município de Itapetinga ainda será palco de pelos menos dois eventos, que acontecem anualmente na cidade. A capital da pecuária deve ficar bastante movimentada nos próximos dias, pois vai receber muitos visitantes, principalmente, de cidades da região.

Clique AQUI para mais notícias em vídeo, texto e fotos:


Curta e Compartilhe.


Leia Também

Open chat