Por IRepórter/Eudo Mendes

A ideia do prefeito de Itapetinga em fechar as entradas da cidade caiu como uma bomba, principalmente, nos 12 municípios da região. 

A divulgação do fechamento da cidade aconteceu na sexta-feira (8), e partiu da própria prefeitura, através do setor de comunicação.

“De acordo com determinação municipal,  a partir do dia 11, está proibida a entrada de pessoas de outros municípios em Itapetinga. Moradores deverão provar sua situação com comprovante de residência”, dizia um trecho da nota.

Prefeitos e vereadores mantiveram contato com o prefeito de Itapetinga para que não proibisse a entrada dos seus munícipes na Capital da Pecuária.  O pedido surtiu efeito e a prefeitura acabou flexibilizando o decreto, após reuniões com o Gabinete de Crise. 

Os moradores da região podem entrar na cidade apenas para realização de serviços essenciais (ir ao mercado, fazer exames, sacar o auxílio emergencial,  por exemplo). 

Dos 13 municípios que compõem o Médio Sudoeste da Bahia,  Itapetinga é o único que dispõe  de uma agência da Caixa Econômica  Federal, além de outros órgãos importantíssimos para o cidadão. 

No artigo 4º, a prefeitura utiliza o Decreto Estadual de 20 de março do corrente ano, para proibir a chegada de veículos de transporte coletivo de passageiros (ônibus, vans e particulares) de outros municípios e estados. 

Nesta segunda-feira (11), conforme divulgado pelo IREPÓRTER, as barreiras começaram a funcionar 24 horas. Além de funcionários público, 12 profissionais de uma empresa de segurança privada estão trabalhando nas barreiras. 

O morador de Itapetinga  terá que apresentar o comprovante de residência para entrar na cidade. Já o  visitante que está com sinais gripais não entrará.

A reportagem apurou ainda que algumas informações  serão acrescentadas no decreto no decorrer da semana, mas, a respeito das barreiras não haverá  mudanças. O decerto é válido até 30 de maio,  mas pode ser prorrogado. Clique AQUI para visualizá-lo.  

Curtir no Facebook

Veja Também

1 COMENTÁRIO

  1. Sem querer alarmar, mas a proibição de ônibus para transporte de passageiros intermunicipais e interestaduais NÃO ESTÁ SURTINDO EFEITO.
    Existem ônibus funcionando clandestinamente e à luz do dia. Tem taxistas levando os passageiros até meio de estradas para que esses possam tomar o ônibus normalmente e seguir o destino.
    Essas pessoas que irresponsavelmente se aventuram nesse tipo de transportes serão as mesmas que ao adoecerem vão às mídias reclamarem de falta de leito, respirador, uti etc.
    Fechem acordo com os prefeitos das cidades da região para punir tal prática, tanto ao dono da empresa quanto aos passageiros, pq esses ônibus estão saindo das cidades vizinhas e se eu aqui em Itapetinga estou sabendo, CERTAMENTE mais pessoas também sabem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui