IRepórter

Mais Notícias

Rede Ipiranga abre vagas para trainee com salário de R$ 7 mil

A rede de postos Ipiranga abriu inscrições para programa de trainee. Ao todo, são 10 vagas para profissionais de nível superior com até quatro anos de formados. Os interessados devem realizar as inscrições até o dia 30 de outubro, no site da empresa.

Entre os pré-requisitos para participar da seleção também estão conhecimento em inglês a partir do nível intermediário e disponibilidade para residir em diferentes cidades brasileiras.

O programa tem duração de um ano e os selecionados passarão por um processo de acompanhamento e desenvolvimento – mentoria, atuação transversal, envolvimento em projetos de inovação, entre outros. Os trainees serão preparados para exercer cargos de liderança.

Os aprovados receberão remuneração de R$ 7 mil e outros benefícios, como plano de saúde, previdência privada e participação nos resultados da empresa. O programa tem previsão de começar em janeiro de 2020. (Ibahia)

Conquista: Prefeito diz que pode acionar policlínica por suspensão de atendimentos

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, disse nesta terça-feira (8) que pode acionar a Justiça no caso da Policlínica Regional. No dia 30 de setembro, o presidente do Consórcio Interfederativo, José Henrique Silva Tigre, o “Quinho”, informou que tanto Conquista como Itapetinga não haviam feito repasses desde a inauguração da unidade de saúde. Por isso, estariam impedidas de enviar pacientes ao local.

Ao Bahia Notícias, Gusmão disse que o problema se deu por limitação no orçamento. “Foi apenas uma precipitação da direção da policlínica. Nós não deixamos de pagar. A gente não pagou porque não pôde pagar. Poderia gerar até improbidade administrativa porque quando aprovamos o orçamento de 2019, em 2018, nem havia policlínica”, declarou.

O gestor disse ainda que pode acionar a unidade de saúde por fechar a agenda para usuários conquistenses. “Fere a constituição federal no artigo 196. Saúde é direito e dever do estado. Vitória da Conquista, uma cidade de 350 mil habitantes, tem mais 800 mil carteiras do SUS. Atende até o Norte de Minas Gerais. Não se pode fechar as portas pra ninguém”, afirmou. (bn)

Alunas de direito da Uneb vão representar Brumado na Europa

Estudantes do núcleo científico de Direito da campus da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) em Brumado tiveram um projeto de defesa da mulher selecionado para apresentação em um congresso na cidade de Coimbra, em Portugal.

De acordo com uma das selecionadas, Jéssica Melo, a oportunidade é uma honra, pois poderá representar muitas mulheres, algumas delas que não têm voz na sociedade. “Tivemos grande ânimo durante esse ano de labuta científica. Foi um trabalho muito importante, houve muitas linhas temáticas: feminicídio, violência contra a mulher, lei maria da penha e a mulher encarcerada. A linha da violência contra a mulher foi pleiteada para ser apresentada no 4º Congresso Internacional de Direitos Humanos em Coimbra. Fico muito feliz. É Brumado, Bahia e Brasil em uma esfera internacional”, afirmou.

Ela declarou que o projeto que executou faz uma crítica ao sistema penal atualmente, que não resolve a situação da mulher que sofre com a violência doméstica. Para Jéssica, o sistema é falho. “Trabalhamos muito a perspectiva restaurativa, de até que ponto o sistema penal está conseguindo trabalhar com essa vítima, que é a mulher. Há muitos problemas ainda para serem resolvidos”, ressaltou. (BN)

Operação apreende celulares, drogas e facas no presídio de Ilhéus

Guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira apreenderam, na manhã desta quarta-feira (09), celulares, drogas e facas. O flagrante aconteceu no presídio de Ilhéus, durante a Operação Revista, deflagrada em parceria pelas secretarias da Segurança Pública (SSP) e de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap).

Os militares e agentes penitenciários encontraram 11 celulares, 10 carregadores, sete facas, 50 trouxas de maconha, uma porção de cocaína e um ‘chuncho’ (objeto cortante), no Pavilhão A. (vn)

Número de homicídios aumenta no segundo semestre

O número de mortes violentas em Vitória da Conquista aumentou nestes três primeiros meses do segundo semestre de 2019 ( julho, agosto e setembro), comparado aos meses do ano anterior. O aumento gira em torno de 68%. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Durante os meses de julho e agosto foram registrados respectivamente 11 e 13 homicídios. Em 2018, foram registrados apenas 06 e 05. Já o mês de setembro, até o momento, mantém o mesmo número do ano passado, 08 mortes violentas.

Apesar do aumento nos últimos três meses, a taxa de mortes violentas em 2019 é menor do que 2018, visto que durante o primeiro semestre houve a diminuição em 44%. Entre janeiro e junho de 2018 foram registrados 112 homicídios; já em 2019 o número caiu para 63.

Novas facções devem disputar o tráfico em Conquista – Contudo, as polícias do município poderão ter um novo desafio de evitar o aumento da violência. Na última quarta-feira(25), ‘Dona Maria’, uma das maiores traficantes da região foi capturada. Com a prisão, a disputa pela controle do tráfico em Conquista deve aumentar, gerando violência e mortes entre novas facções. (bc)

Papa abre Sínodo e diz que Amazônia precisa do fogo de Deus

O papa Francisco disse neste domingo, 6, durante a missa de abertura da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan Amazônica, celebrada na Basílica de São Pedro, no Vaticano, que a Amazônia precisa do fogo de Deus e não do fogo ateado por interesses.

“O fogo ateado por interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho. O fogo de Deus é calor que atrai e congrega em unidade. Alimenta-se com a partilha, não com os lucros.”

Na celebração, Francisco disse ainda que o fogo de Deus é também amor que ilumina, que aquece e dá vida; e não aquele que se “alastra e devora”.

“Quando sem amor nem respeito se devoram povos e culturas, não é o fogo de Deus, mas do mundo. Contudo quantas vezes o dom de Deus foi, não oferecido, mas imposto! Quantas vezes houve colonização em vez de evangelização! Deus nos preserve da ganância dos novos colonialismos.”

O papa pediu que o Espírito de Deus inspire o Sínodo para que renove os caminhos da Igreja Católica na Amazônia. “Reacender o dom no fogo do Espírito é o oposto de deixar as coisas correr sem se fazer nada. E ser fiéis à novidade do Espírito é uma graça que devemos pedir na oração. Ele, que faz novas todas as coisas, nos dê a sua prudência audaciosa; inspire o nosso Sínodo a renovar os caminhos para a Igreja na Amazônia, para que não se apague o fogo da missão.”

O Sínodo da Amazônia ocorre até o dia 27 deste mês, com o tema Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral. A celebração de abertura do evento religioso começou com a entrada de 185 padres sinodais, sendo 58 do Brasil. Estavam presentes também representantes de comunidades indígenas.

Bolsonaro critica jornais e volta a chamar Folha de São Paulo de “esgoto”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a criticar a imprensa durante uma breve coletiva nesta segunda-feira, 7, na porta do Palácio da Alvorada.

Ele começou reclamando de uma matéria do Jornal Correio Brasiliense publicada ontem, com a seguinte manchete: “Nova reforma no horizonte: projeto prevê fim da estabilidade do servidor”.

“De novo hoje, com a capa do Correio Braziliense dizendo que vou acabar com a estabilidade dos servidores. Não dá para continuar com tanta patifaria por parte de vocês (disse aos jornalistas), isso é covardia e patifaria. Nunca falei neste assunto, querem jogar os servidores contra mim”, afirmou o Presidente da República.

O jornal Folha de São Paulo também foi lembrado pelo presidente. No último domingo, 6, a Folha publicou uma matéria mostrando ligações entre a campanha de Bolsonaro e o escândalo de candidaturas fantasmas em Minas Gerais. “Como ontem, a Folha de São Paulo querendo me ligar ao problema de Minas Gerais. Um esgoto a Folha de São Paulo, lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira, o tempo todo mentindo, distorcendo e difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho o couro duro. Vai ser difícil”, ressaltou Bolsonaro.

Simples ato de lavar as mãos previne até 40% dos casos de contaminação

Há cerca de um mês, a professora e palhaça Laili Flórez, de 33 anos, passou seis dias de tensão com o filho caçula hospitalizado. Martim, de um ano e dois meses, teve de permanecer em isolamento por causa de uma pneumonia. “Ele recebia intervenções a todo momento. Ficou quase 10 dias sem comer praticamente nada que não fosse ‘o peito’. Eu não tenho a menor dúvida de que foram o peito e o nosso colo (meu e do pai) constante que seguraram a barra e colaboraram muito para a recuperação de nosso pequeno”, conta.

“Não há nem nunca haverá por aqui hora para colo, pois o colo, literal ou subjetivamente, é oferecido sempre que nós sentirmos necessidade. Necessidade de amparo, de alívio da dor, de carinho, de chamego”, afirma Laili, que também é mãe de Caio, 14 anos. Na sua avaliação, não existe excesso de afeto quando são consideradas as necessidades e individualidades dos envolvidos.

“Quando Caio nasceu eu era muito nova, então não sabia nada sobre educação de filhos. Foi tudo muito instintivo, mas não foi menos amoroso ou acolhedor. Hoje temos um vínculo muito forte e bonito”, afirma. Ela considera que o que mudou ao longo do tempo foi o próprio amadurecimento e o fato de agora ter “um companheiro muito afetuoso e presente ao lado”.

“Um dos focos atuais da pesquisa pediátrica é o risco, os níveis e as consequências do estresse no desenvolvimento infantil. O apoio familiar tem sido enfatizado como um dos fatores de proteção”, afirma a pediatra Florência Fuks. Ela lembra que a pele é o mais extenso órgão e se desenvolve no embrião juntamente com o sistema nervoso central, se constituindo como um órgão modulador de estímulo.

Sobre possíveis variações do papel do colo a depender da doença em questão, a médica explica que “depende mais de como a criança vive a doença na relação familiar do que da doença em si”, mas ressalta que em caso de doenças graves, como câncer, e realização de cirurgias a importância do toque, do afeto, fica mais evidente.

Brasil tem mortalidade do câncer de mama abaixo da média mundial

Em relação a outros países do mundo, a mortalidade do câncer de mama no Brasil é baixa, situado na segunda faixa mais baixa, com uma taxa de 13 por 100 mil, ao lado de países desenvolvidos como Estados Unidos, Canadá e Austrália.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, por outro lado, figura também na segunda faixa mais alta de incidência de câncer de mama entre todos os países. Nesse caso, segundo a análise apresentada pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA), a taxa de incidência é de 62,9 casos por 100 mil habitantes.

“O fato de a taxa de incidência ser relativamente alta e a de mortalidade ser relativamente baixa mostra que o nosso sistema de saúde, apesar de todos os problemas, está salvando muitas vidas. Mas temos imensos desafios pela frente”, afirmou Liz Almeida, chefe da Divisão de Pesquisa Populacional do INCA.

O objetivo é trazer o diagnóstico da doença o mais precocemente possível, ainda nos estados iniciais, quando o tratamento é mais efeito. A mortalidade por câncer de mama está ligada, principalmente, ao diagnóstico e tratamento adequado no tempo oportuno. A cada ano, o Brasil vem conseguindo aumentar o percentual de casos diagnosticados nos estágios in situ (considerado zero), e de I e 17,3% em 2000 para 27,6% em 2015. Entretanto, segundo o Ministério da Saúde, a proporção continua muito baixa na região Norte (12,7%), em contraste com as regiões Sul (29,2%) e Sudeste (30,8%).

Oscar: 93 países disputam melhor filme internacional

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou, nesta segunda-feira, 7, a lista com os as indicações de filmes longa-metragem dos 93 países que vão disputar uma vaga na categoria de melhor longa-metragem internacional do Oscar 2019 – antes chamada de melhor filme em língua estrangeira. Desse número, apenas cinco são escolhidos para participar da premiação.

O Brasil será representado pelo longa “A Vida Invisível”, de mesma direção de “Madame Satã”: o cearense Karim Aïnouz. O enredo conta a história de Guida e Eurídice, duas irmãs cariocas que precisam lidar com o pai português conservador. Quando Guida foge com o namorado e retorna seis meses depois grávida e sozinha, o pai a expulsa de casa, separando as irmãs para sempre. Elas passam toda a vida tentando se reencontrar. Baseado no romance de Martha Batalha, “A vida invisível de Eurídice Gusmão”, o melodrama venceu a mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes em maio de 2019.

Outros destaques na competição são o filme sul-coreano “Parasita”, de Joon Bong Ho; o argeliano “Papicha”, de Mounia Meddour e o italiano “O traidor”, dirigido por Marco Bellocchio; além do argentino “La odisea de los giles”, de Sebastián Borensztein e do francês “Les Misérables”, dirigido por Ladj Ly.

Dos 93, dez filmes serão selecionados para uma lista que será anunciada no dia 16 de dezembro de 2019. Destes dez, cinco serão indicados como finalistas ao Oscar, sendo divulgados no dia 13 de janeiro de 2020. O 92º Oscar será realizado no domingo, 9 de fevereiro de 2020, em Hollywood, e será transmitido em mais de 225 países de todo o mundo.

Open chat