Ribeirão do Largo: Confronto entre supostos índios e fazendeiros deixa 4 feridos na fazenda Guarani

0

Um confronto entre fazendeiros e supostos índios na fazenda Guarani, no município de Ribeirão do Largo, no Sudoeste da Bahia,  deixou pelo menos 4 pessoas feridas. O ataque aconteceu na tarde desta segunda-feira (14), por volta das 17 horas, e os feridos foram levados ao hospital de Itambé. Um deles, suposto índio,  foi transferido para Vitória da Conquista para melhor avaliação médica. 

A briga entre o grupo de  invasores (formado por índios e não índios)  começou na noite de domingo (13), por volta das 19 horas, quando cerca de 50 pessoas invadiram a fazenda Guarani, pertencente ao ex-prefeito de Itambé, Ivan Fernandes Couto Moreira. 

As informações apuradas pelo site IReporter dão conta que no momento da invasão estavam no local o ex-prefeito, a esposa dele e vereadora Maria José, uma neta de 15 anos e uma criança de 3 anos. 

Os indivíduos agiram com extrema violência, inclusive, chegaram ao local atirando, arrombaram portas e quebraram as vidraças da sede da fazenda, mas não conseguiram entrar no imóvel. Em seguida,  eles arrombaram uma residência e agrediram uma mulher com pauladas. O neto dela (de 15 anos) também foi agredido fisicamente. Estas informações são do próprio ex-prefeito, que na noite do mesmo dia registrou Boletim de Ocorrência (B.O), pedindo providências cabíveis a polícia.  

O confronto ocorrido na tarde desta segunda-feira aconteceu quando, o ex-prefeito reuniu um grupo de amigos e colegas fazendeiros e pediu para que os invasores deixassem a fazenda.  Não houve diálogo e o problema foi resolvido na base da violência. Uma das pessoas feridas é funcionário da fazenda Guarani. 

Os feridos apresentavam marcas de pauladas e tiros, mas, aparentemente, ninguém corre risco de morte. 

Depois do confronto, o grupo acabou deixando a fazenda do ex-prefeito, passando a ocupar uma fazenda vizinha, conhecida como “Fazenda do Deputado”. Esta propriedade, conforme informações não oficiais, trata-se de terra indígena. 

Moradores da região ouvidos pelo IReporter disseram que o clima ainda é tenso na localidade, porque os índios e não índios estão ameaçando ocupar novas propriedades rurais e promover manifestações na rodovia que corta o município.

Vídeo enviado por leitor do site via Whatsapp 77 98822-7743

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui